Loading...

Wednesday, February 11, 2009

Passo a passo da nova montagem ' 60lt

Setup do Aquário

Data de Montagem: 2009.02.06
Dimensões: 55x35x35 (67L)
Aquecimento: 50w
Temperatura: 25º
Filtro: Cascata com massas filtrantes 18-76L/h
Substrato: Elos Terra Zero, Elos Bottom mineral e Elos Terra

Iluminação: ELOS ELite (Iluminação LED)

CO2: ELOS SetECO + ATO-10 com 1.5bps

Fauna: Iriatherina werneri, Boraras maculatus e Otocinclus affinis

Invertebrados: Camarões Red Cherry e Crystal Red

Flora Anubias: Eleocharis aciculares, Lilaeopsis mauritiana, Eleocharis geniculata, Juncus repens, Spiky moss, Taiwan moss, Flame moss e Hydrocotyle verticillata.

Materiais inertes (hardscape): Pedras de Xisto (rosa) e troncos Red Moorwood



Esta foi a parte mais dificil :-), desmontar o layout anterior e preparar o aquário para a nova montagem. Após ter retirado umas boas dezenas, isto para não dizer uma centena de camarões, tomou-me bastante do tempo e fez com que a montagem entrasse pela madrugada dentro.
Comecei a desmontagem do layout anterior por volta das 22h de Sexta e terminei o novo layout por volta das 5 da manhã de Sábado (2009.02.07)...


Depois de ter limpo o aquário comecei a nova montagem.
A primeira fase passou pela colocação do ELOS Terra Zero, suplemento nutricional para as plantas, composto por micros e macro nutrientes e activador de substrato.
O Terra Zero não deverá ficar em contacto com a coluna de água e deverá ser sempre colocado como 1ª camada junto ao vidro; caso passe para a coluna de água deverá ser usado carvão activo por 1 semana e fazer diversas mudas de água afim de remover os nutrientes em excesso e evitar o surto imediato de algas.


Depois de colocado o Terra Zero, coloca-se o Bottom mineral.
Este substrato é fértil e tem como principal objectivo promover as raizes das plantas e evitar que o Terra Zero passe para o substrato principal. Trata-se de um substrato muito poroso e não compacta ao ponto de asfixiar as raizes das plantas. Uma vez que não remexam o substrato principal, o Bottom Mineral nunca passará para a coluna de água, evitando assim o aparecimento indesejado de algas.


Por fim o substrato principal, ELOS Terra (grão pequeno).
Este substrato natural é composto á base de argila e permite um excelente enraizamento das plantas, mantém as durezas baixas e não se desfaz como o usal akadama. É possivel usar o mesmo substrato em diversas montagens sem que se desfaça e deixe a água com particulas em suspensão. Se encherem o aquário muito lentamente sem remexer o substrato, em poucas horas têm a água cristalina mesmo usando um filtro mais fraco.


Chegou a vez da parte fundamental de um aquário plantado, a montagem dos inertes (hardscape).
Para mim um aquário plantado deve possuir pedras e troncos, dá-lhe um aspecto mais natural e permite criar pontos focais e zonas de tensão. A flora deve ser sempre escolhida em função dos inertes e nunca ao contrário, pois é mais fácil encontrar variedades de plantas que inertes á medida. :-)
As pedras não devem de ser espalhadas pelo aquário, mas sim com combinações e dar o máximo de profundidade possivel ao layout. Ter sempre em atenção a altura das pedras, se colocarem pedras muito pequenas serão consumidas pelas plantas e deixarão de se ver; se escolherem pedras grandes, correm o risco que fiquem desproporcionais e não conseguirão a profundidade desejada.


Colocação da flora.
A escolha das plantas deve ser sempre feita de acordo com o tamanho, volume, zona que ocuparão no layout e sempre considerando a forma submersa.
Recentemente tenho usado plantas de uma empresa Italiana "Anubias" e estou bastante satisfeito com a qualidade. As plantas chegam sempre em excelentes condições, muito bem embaladas e apesar de demorarem 5 dias em viagem, aguentam-se perfeitamente dentro da embalagem durante 10dias.
Para este layout optei por plantas de pequeno porte e com folha fina; excepção da Hydrocotyle verticillata que servirá para dar determinados apontamentos ao layout. O aquário é pequeno, por isso não se deverá optar por plantas muito volumosas e que atinjam tamanhos grandes em relação á altura do aquário.


Como plantar a Lilaeopsis mauritiana.
Deve-se separar a planta em pequenos grupos e enterrar a planta com o auxilio de uma pinça até que fique fixa no substrato. Não devem plantar com a lã, nem enterrar a planta na mesma quantidade que vem no vaso. Da forma como exemplifico, é possivel colocar 5 a 6 porções da planta no aquário proporcionalmente ao que vem num vaso. A sua propagação será mais rápida e o tapete fechará mais rapidamente.


A encher o aquário muito devagar.
Usei a água do aquário dos discos que possuo ao lado deste para que fosse possivel colocar a fauna do layout anterior. Assim o aquário fica praticamente ciclado e poucas oscilações sofrerá.
Caso não seja possivel aproveitarem água de outro aquário, devem aguardar que a água estabilize e seja feito o ciclo do azoto. Picos de amónia e nitritos podem ser mortais para a fauna!


Aspecto geral do aquário após ter acabo de encher. Nota-se que a água está ligeiramente turva mas permite ver todos os pormenores do layout.


Assim que a calha ligou por volta das 14h de Sábado já deu para ver que o aquário encontra-se limpo e sem particulas em suspensão! A água está cristalina e apenas tenho um filtro de cascata da Aquaclear com 75lt/hora com filtragem mecânica.

8 comments:

pbl said...

Continuo sem te perceber.
Não consigo fazer a mais pequena ideia do que vai sair daí.
Como é que queres fazer um layout com plantas de tapete?
Imagino que, como de costume, vai sair algo extraordinário.
Tiras-me do sério, homem!

Filipe Oliveira said...

Olá Pedro,

Este áqua é muito pequeno e não tenho grandes alternativas em relação á escolha das plantas. Tenho sempre que optar por plantas mais pequenas, deixar que cresçam e depois moldá-las para dar o melhor aspecto possivel :-)
Vamos ver o que vai sair daqui! Espero conseguir algo diferente e não desapontar quem gosta dos meus layout.

Nuno Almeida said...

Excelente passo a passo!
Deu para tirar algumas duvidas!

Abraço!

jose carlos said...

Olá..
Adorei.. tirou várias dúvidas que eu tinha com relação aos substratos, só faltou nos passar a dica de quantos centímetros foi usado para cada nível de substrato :-)
Eu tenho um sonho por sua causa.. montar um aquario de 35x35x35 simulando uma arvore no meio... tipo jardim... se poder dar dicas.. vou adorar!!

DaniReef said...

Wonderful!!!!!!!!!!!!!!

Why don't you think to create a reef aquarium? It will be amazing... I'm sure!

Danilo
www.DaniReef.com

sagaspar said...

Esta explicação deu uma grande ajuda para o aquário que pretendo montar. Pode indicar-me onde posso adquirir o teste da água em vidro como tem no aquário do lado esquerdo, aproveito também para pedir se me pode indicar onde comprar a fauna, mais especificamente a especie Iriatherina werneri e os produtos da Elos.
Continue o excelente trabalho, é um mestre nos layouts.
MC,
Sandro Ferreira

Filipe Oliveira said...

Olá Sandro,

Onde mora?
Aqui no norte do País pode encontrar produtos da ELOS em algumas lojas, umas têm exposto, outras apenas por encomenda...

Em relação á fauna, existem várias lojas onde pode encontrar Iriatherina werneri, uma é a Mania dos peixes (Ermesinde) e também na Jardiland (Maia).

sagaspar said...

Olá Filipe,
moro em Lisboa, no zona da expo. Estou a pensar montar um aquário que tenho de 60cm, como é pequeno tenho andado a pesquisar em foruns quais as plantas e peixes que devo lá colocar. Os seus aquários são dos layouts mais bem conseguidos que vi. Pode-me aconselhar um kit de C02 tendo em conta que sou um novato nos aquários plantados. Obrigado pelo tempo dispensado.
MC,
Sandro