Loading...

Tuesday, June 22, 2010

Workshop ' Jardiland ' Fotos

System 120 da ELOS (300L) com coluna seca e tubagem preparada para ser usado com sump. Neste caso apenas fizemos uma redução ao tubo que trás a água para a sump/filtro (esgoto) para ser utilizado num filtro externo, o Fluval 405. Este aquário estava também equipado com móvel da ELOS, suporte em inox para a Planet II com 6x39w T5.

Início da palestra em que abordei a forma como me iniciei no hobby e falei sobre o Aquascaping em geral, sem aprofundar muito os temas. Como o aquário do workshop tinha 300L, preferi não alongar muito a palestra e após uma breve introdução sobre aquários plantados, passei de imediato á montagem do layout; aproveitando para falar sobre cada um dos produtos que estava a utilizar.

Colocação do ELOS Terra Zero. Para quem ainda não conhece o produto, trata-se um pó rico em Micro e Macro nutrientes (muito forte) e que deve ser utilizado sempre junto ao vidro inferior; e sempre muito bem isolado pelo substrato final para evitar que os nutrientes passem para a coluna de água. Este produto permite manter as raízes das plantas sempre com alimento a médio/longo prazo, evitando assim fertilizações exageradas, sendo apenas necessário adicionar pequenas quantidades de fertilizante na coluna de água para que as plantas complementem a alimentação em falta através das folhas.Uma vez colocado o Terra Zero, passei á colocação do ELOS Bottom Mineral. Este substrato é muito fértil, poroso e resistente. Não deve ser utilizado como substrato final devido á sua enorme fonte de Micro e Macro nutrientes.Uma vez colocado o Bottom Mineral, devem espalhar muito bem por todo o fundo do aquário para a criar a 1ª camada de isolamento para o Terra Zero e permitir um solo fértil de forma uniforme por todo o aquário.
Colocação da 1ª camada de ELOS Terra (grão pequeno). Tente cobrir o máximo possível a camada de Bottom Mineral para evitar que este fique em contacto com a coluna de água.
Dependendo do tipo de plantado e quantidade de plantas usadas, pode existir uma necessidade de renovação do substrato ao fim de 1 ano. Não necessitam de desmontar o layout, apenas precisam de usar o ELOS Terra Uno. Produto exactamente igual ao Terra Zero, só que fornecido em cápsulas. Basta apenas enterrar essas cápsulas no substrato com a utilização de uma pinça e o substrato fica renovado, prolongando assim uma base de alimento para as suas plantas, mantendo um regime de fertilização semelhante ao início de uma montagem.
Embalagem de Elos Terra Uno.
Antes de colocar a camada final de Terra, aproveitei para dispor as pedras da forma mais equilibrada e que na minha opinião favoreciam o layout que ia montar.
Aproveitei para falar um pouco sobre a disposição de pedras e tipo de material que devem usar para montar um plantado.
Tentar dispor as pedras da melhor forma.
Uma vez colocados os inertes (apenas utilizei pedras), mostrei os utensílios que uso para plantar e qual a sua utilidade em diversas situações.
Colocação da camada final de ELOS Terra.
Com recurso a um pequeno pincel, limpei as pedras e espalhei o substrato final uniformemente.
Levantei um pouco as pedras que ficaram ligeiramente cobertas pela terra, de forma a ficarem bem visiveis e definirem algumas zonas de plantação.
O hardscape estava montado, era necessário borrifar o substrato para começar a plantar.
Para que a plantação fosse visível por todos, utilizei a zona posterior do aquário para plantar e comecei pelas plantas de fundo, a Mayaca fluviatilis.
Zona onde plantei a Mayaca fluviatilis.
Preparação dos Juncus repens para plantar mais tarde.
A plantar os Juncus repens.
Plantação da Staurogyne repens; adoro esta planta!
Vista geral do aquário com algumas plantas já colocadas.
Suzana a minha "assistente" sempre preocupada se eu precisava de mais plantas ou se era necessário borrifar as plantas que já estavam plantadas no aquário. :-)
Plantar as Cryptocorynes petchii.
Pormenor das Cryptos.
Rotala rotundifolia, esta chegou bem mais pequena que as restantes... mas facilmente ganhará um tamanho considerável e volume.
Convidei o pessoal que assistia ao workshop a verem de perto como se plantava e para terem um noção de como estava actualmente o plantado.
Enquanto plantava a Eleocharis parvula, fui esclarecendo algumas dúvidas que o publico ia colocando.
Pormenor da Eleocharis parvula.
Vista geral do local do workshop.
Dia seguinte com o aquário já cheio e com todos os equipamentos em funcionamento.

Este aquário está exposto na zona de aquariofilia da Jardiland (Maia), por isso quando quiserem vê-lo ao vivo, apenas precisam de passar por lá! Se não estou em erro, abre ás 10h e encerra ás 20h (todos os dias).

Mais fotos para breve e sempre que se justificar :-)

Espero que tenham gostado!

5 comments:

danrib82 said...

Eu adorei, espero ter o prazer de assistir a mais workshops teus.

Aguinelo Pedroso said...

Muito bom, gostaria muito de assistir um workshop seu, no entanto não é possivel no momento, Grande Abraço

crifilipa said...

esta muito bom!!

Edgar said...

boas
o aquario e lindo... ja tive oportunidade de o ver ao vivo e é expetacular.
ja agora Sr.Filipe se nao e indiscriçao pode dizer onde comprou as pedras usadas no layout.

cump's

Filipe Oliveira said...

Obrigado pelos vossos comentários :-)

Edgar, as pedras estão á venda na Jardiland. Eu usei apenas o que eles têm disponivel para venda; se não as encontrares, fala com um dos funcionários da secção que eles arranjam-te.